VIDRO

Características dos vidros

Fatores que podem influenciar na escolha de um vidro:

  • Conforto visual: o conforto visual está diretamente associado à transmissão Luminosa e à reflexão. Atualmente privilegia-se a luz natural em detrimento da luz artificial, seja para uma maior poupança energética ou porque é mais confortável à visão humana.
  • Conforto térmico: o conforto térmico obtém-se quer pelo isolamento térmico obtido através da incidência solar direta (controlo solar) quer pelo controlo das perdas de calor que podem ser potenciadas pelos vidros baixo emissivos.A correta conjugação destas características possibilita um equilíbrio de temperaturas no interior da habitação durante todo o ano.
  • Conforto Acústico: O adequado isolamento acústico de uma habitação é um fator fundamental para o bem-estar dos seus ocupantes.
  • Segurança: Os vidros certificados de segurança são os temperados e os laminados. Estes últimos podem ser compostos por vidros recozidos ou tratados termicamente – temperados, termoendurecidos ou ambos.
  • Design: a variada gama de vidros decorativos permite acompanhar as tendências arquitetónicas e permitem conjugar uma estética moderna com o controlo luminoso e preservar a segurança do utilizador, garantindo o nível de privacidade adequado.
  • Autolimpeza: os vidros de autolimpeza permitem uma redução considerável da frequência de limpeza. Podem ser aplicados em todos os ambientes e particularmente em locais fortemente poluídos.
Diferentes vidros para diferentes exigências e diferentes necessidades

Diferentes tipos de vidros

Todos os tipos de vidro têm especial importância uma vez que representam o elemento mais representativo nas fachadas, por exemplo. São, por este motivo, o elemento com maior capacidade de possibilitar a realização de poupança de energia nos sistemas de caixilharia.
Nas caixilharias, o produto base utilizado é o vidro float, ou seja, chapa de vidro recozido simples, que pode ser transformado noutros tipos de vidro.

Os diferentes vidros produzidos a partir do vidro float são os seguintes (clique no separador respetivo):

Vidro Temperado

O vidro temperado é um vidro que foi sujeito a um tratamento térmico (têmpera) ou químico, destinado a aumentar a sua resistência mecânica e a alterar a sua fragmentação em caso de rotura, face ao vidro recozido.

O vidro temperado é mais rígido, tem maior resistência térmica. Devido às suas características, ao ser quebrado estilhaça-se em inúmeros pedaços pequenos o que o torna menos susceptível a causar ferimentos nas pessoas.

O processo térmico de temperatura melhora consideravelmente as propriedades do produto, conferindo ao vidro temperado uma resistência muito maior que a do vidro comum.

É de grande utilidade em termos de segurança.

O vidro laminado é constituído por duas ou mais folhas de vidro unidas em toda a superfície por um intercalar, constituído por uma ou mais películas de material sintético, resina ou gel – designado de butiral. Quando quebrado, os fragmentos de vidro mantêm-se unidos através do butiral, reduzindo o risco de acidentes, pois os estilhaços ficam presos nessa camada intermediária.

O vidro laminado tem duas grandes vantagens: aumento de proteção e controle acústico, o que é excelente para a privacidade de um ambiente.

Vidro laminado
Vidro laminado

O vidro duplo surgiu para incrementar o isolamento térmico dos vãos envidraçados e é constituído por duas chapas de vidro separadas por um espaço de ar ou de outro gás selado.

Este espaço, designado de Camara de ar ou gás, é devidamente selado de forma a garantir a total estabilidade e estanquicidade do vidro duplo por um espaçador que pode ser de alumínio ou térmico.

Consoante o objetivo e as necessidades que pretenda satisfazer, esta tecnologia pode adaptar-se ao controlo solar, ao isolamento térmico e acústico, à redução das necessidades de manutenção e limpeza e ainda ao aumento substancial das condições de segurança.

Vidro duplo
Vidro duplo
Vidro duplo

O vidro duplo pode ser utilizado com uma vasta gama de combinações dos seus vidros interiores e exteriores.

É fundamental que para cada aplicação seja avaliada a composição mais adequada, para que se obtenha o melhor rendimento e se evitem quebras por ocorrência de choques térmicos.

O vidro triplo é a solução perfeita perante a necessidade de isolamento térmico reforçado, característica exigida pelas habitações de baixo consumo energético.

O vidro triplo é composto por três vidros e duas camadas separadoras – câmara de ar ou gás – seladas de forma a garantir a sua estabilidade e estanquicidade.

Consoante o objetivo e as necessidades que pretenda satisfazer, esta tecnologia pode adaptar-se ao controlo solar, ao isolamento térmico e acústico, à redução das necessidades de manutenção e limpeza dos vidros e ainda ao aumento substancial das condições de segurança.

Vidro triplo
Vidro triplo

O vidro triplo pode ser utilizado com uma vasta gama de combinações dos seus vidros interiores e exteriores. É fundamental que para cada aplicação seja avaliada a composição mais adequada, para que se obtenha o melhor rendimento e se evitem quebras por ocorrência de choques térmicos.

Permite uma melhoria considerável no desempenho térmico e pode aumentar a resistência mecânica: Demora mais tempo para quebrar um vidro triplo, o que pode ser suficiente antes da chegada da polícia.
Contudo existe um significativo aumento de peso que pode condicionar a tipologia ou a série prevista para a janela.

Vidro triplo

Vidros coloridos chamam a atenção pelo efeito visual que proporcionam em diversos tipos de projetos. São vidros especiais com alto nível de personalização que evidenciam a criatividade de arquitetos, decoradores e engenheiros.
Para transformar o vidro incolor em tons coloridos é utilizado o esmalte cerâmico sobre a superfície do vidro, essa mistura vai para o forno de têmpera e os pigmentos cerâmicos são incorporados na base do vidro conferindo uma uniformidade de cor em toda a sua extensão.

Vidros impressos são uma gama de vidros translúcidos impressos com relevo obtido mediante a passagem do vidro, em estado fluido, entre dois cilindros que gravam um desenho numa das sua faces.
Estes podem ser incolores ou de cor bronze, gris ou amarelo. Existem em várias espessuras e aramados em alguns modelos.
Podem ser utilizados como monolíticos ou em vidros duplos e podem ser combinados com outros produtos das gamas de vidros conjugando os benefícios das diferentes soluções disponíveis.

Estes tipos de vidros transmitem e difundem subtilmente a luz e foram desenvolvidos para vários tipos de aplicações, onde é requerido um toque especial ou personalizado. Permitem, assim, criar ambientes adaptados a cada estilo e espaço: clássico, moderno ou contemporâneo.

POR MENSAGEM, TELEFONE OU PESSOALMENTE

Contacte-nos

Enviar email

Descreva-nos a sua ideia e nós
respondemos o mais rapidamente possível.

geral@f2j.pt

Telefonar

Se tiver questões, ligue para nós
e a nossa equipa dar-lhe-á todo o apoio.

+351 253 563 415

Fazer uma visita

Das 8:30h às 18:00h de 2.ª a 6.ª feira

Rua General Humberto delgado, 1085
4765-546 Serzedelo

           

Pin It on Pinterest

Share This
X